Divina Comédia  IºMural 

32m² - Colégio Dante Alighieri - São Paulo - 2010/11

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

Este mural, pintado em 2011 comemorando o centenário do Colégio Dante Alighieri em São Paulo, é um resumo da “Divina Comédia”, de Dante.

Trata-se de um tríptico que descreve a viagem de Dante pelo Inferno, Purgatório e Paraíso. Na pintura, o poeta é visto em sete momentos, todos associados a passagens que, no poema, pontuam sua jornada.

Da esquerda para a direita, no alto, Dante aparece na companhia de Virgílio, no instante em que, vencidas as três feras que o impediam de sair da selva em que se encontrava, tem início sua descida ao Inferno. O lobo representa a traição; o leão, o orgulho; e a pantera, a luxúria. Todo o Inferno está retratado em um único círculo, no qual se revela o Flegetonte, o rio de sangue fervente onde se evocam os pecados e suas respectivas penas. Dante atravessa o rio guiado por Caronte, o barqueiro do Inferno.

No centro do painel, está representado o Purgatório, onde os penitentes pagam suas penas com a esperança de alcançar o Paraíso.

 

À direita, Virgílio acompanha Dante até as portas do Paraíso terrestre, onde o poeta da “Eneida”, por não ser batizado, acha-se impedido de entrar. Dante bebe as águas do rio Letes (rio do esquecimento), para, purificado, ser recebido por Beatriz no Paraíso celeste.

Parede Lateral -Ano 2010

Na parede lateral, dois anjos trazem a última frase da obra de Dante: “L’amor che move il sole e l’altre stelle” (O amor que move o sol e as estrelas).

  

DSC_0125.jpg

Making Of

II_painel_divina_comedia_p.jpg

Voltar