O Duplo

Espaço Cultural Chap Chap - São Paulo - 1988 

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom

Série de onze telas e dezoito aquarelas, inspiradas no Tantra. “A série simboliza a união dos opostos, a união entre a Anima e o Animus dentro de cada um. O tema é enfocado no sentido da busca do complemento, daquilo que falta, da outra metade, do Duplo. Significa o encontro consigo mesmo”. 

(…)As obras de Canato trazem muito do erotismo que acerca e habita o ser humano, corpos nus e musculosos, tanto masculinos quanto femininos em posturas excitantes e cores vivas(…)

 

Diário Popular – Caderno Variedades

EMANUEL_-MASSARANI_pb.jpg

"Nas múltiplas experiências da arte contemporânea, a pintura de J.C Canato oferece uma interessante intervenção operacional com a finalidade de recuperar a figura humana...

De sua pesquisa resultam imagens delineadas com segurança e força, como uma resposta onde se adverte a busca de valores existenciais"...

 

EMANUEL VON LAUENSTEIN MASSARANI

Crítico de Arte, integrante das Associações 

 Brasileira e Internacional de Críticos de Arte. 

mulher na janela_p.jpg

Voltar