A eterna procura

Exposição Individual no Espaço Cultural Chap Chap - 1989

Mostrar Mais

“A série aborda novamente a união dos opostos. Representa a eterna busca pelo equilíbrio entre a Luz e as Trevas.

(…)Canato procura retratar a busca da religiosidade, do amor e da fraternidade no mundo moderno (…).

O Estado de São Paulo – Suplemento de Turismo

Exposição Individual no Espaço Cultural Chap Chap - 1989

 

A pintura de J.C Canato s e encaixa no quadro geral da arte contemporânea pela força de sua linguagem...

O homem encontra-se no centro de seu universo, um homem que revive os próprios anseios e angústias e que se afirma através de um sentido de lirismo, quase a definir um gesto, uma palavra.

De suas composições emana um clima de religiosidade, de amor, de fraterna compreensão da vida...

A evolução do pintor, à distância de um ano, é patente e significativa. Seus seres, anteriormente demarcados por um traço tenso circunscrevendo os volumes anatômicos, hoje se afiguram sublimes, delicadamente envolvidos por um jogo de luzes equitativamente distribuído.

Sustentado por uma técnica refinada que lhe permite alcançar soluções, a pintura monocromática de J.C Canato faz com que suas imagens sejam reabsorvidas pelo fundo.

...J.C Canato não busca transmitir somente a angústia e a dor da atual sociedade...Sua pintura é muito mais. Trata-se de um ato de fé no porvir e de uma incessante e eterna procura do Ser Divino.

EMANUEL VON LAUENSTEIN MASSARANI

Crítico de Arte, integrante das Associações 

 Brasileira e Internacional de Críticos de Arte. 

mulher na janela_p.jpg

Voltar

Canato pintura murais paineis capelas quadros